Desculpem se estou envergonhado, mas tenho que fazer uma confissão

Já a muito tempo venho enfrentando dificuldades nos encontros, em virtude daquilo que considero sagrado, que é a ausência de ZOEIRA, não vou a lugares onde ela ocorre, e quando começa já vou embora, fatos que já ocorreram comigo mais de uma vez.

Nesta festa de fim de ano no Gringa's Bar tinha tudo para ser perfeito.

 - Uma música com um grupo maravilhoso.

 - Companheiros de estrada e de amizade de que dá gosto de se desfrutar da companhia, pelo bom papo e por sua camaradagem.

- E se não perceberam, muitos proprietários de 125 participando, sem que nenhum deles fizesse qualquer tipo de ZOEIRA, muito pelo contrário, dignos participantes que ajudaram a levantar ainda mais o astral, coisa que nunca tinha visto em Porto Alegre, um grupo de 125 que não tivesse este problema, por isso ainda brinco dizendo que detesto 125, e também tenho uma.

Minha vergonha inicia quando o castelhano (desculpe, mas não sei o nome dele, se alguém souber por favor informe para que eu possa colocar aqui) sobe ao palco e em vez de aplausos, pede um "aceleraço".

Se perceberam eu fui embora, e sinceramente me sinto arrependido de ter comparecido a esta festa, de ter feito propaganda da mesma.

Podem ter certeza que não mais me verão em uma festa junto a este cidadão, pelo qual tinha um grande apreço e consideração.

Considero que grupos com estas atitudes deveriam fazer suas ZOEIRAS sozinhos, evitando desrespeitar pessoas que não mais a suportam (MEU  CASO) como também os moradores do prédio onde estava sendo realizada a festa, que nos suportaram calados e assistiram e escutaram nossa festa sem reclamar em nenhum momento.

Da mesma forma que considero errado grupos de cidades com eventos fazendo e incentivando a ZOEIRA, como ocorreu no sábado de tarde no Oktobermoto e também costuma acontecer por exemplo em Torres, acho que estes deveriam ficar fora de eventos por digamos dois anos, dando oportunidade a que outras cidades e grupos participem e organizem seus eventos, mostrem também seu potencial, como por exemplo o maravilhoso encontro em Arroio dos Ratos, ou o melhor de todos como no caso de Melo, no Uruguai, punindo desta forma os incentivadores da ZOEIRA.

Lamento Gringa e amigos, mas não participarei mais desta festa nos próximos anos, continuarei indo ao Bar da Gringa, mas não irei a mais nenhuma festa no local.

Bom que o site é meu e posso dizer o que penso, sem fingimentos.

Desculpem a todos pela ZOEIRA no local mas não sou responsável, apesar de participante da mesma e de ter tirado as fotos, mas minha vontade era de apagar tudo e fazer de conta que não aconteceu. Com certeza não caio mais nessa.

Luiz Ernesto Oliveira da Cruz
Ovelha Negra