uma pequena história

Nada do que aqui está sobre motociclismo estaria acontecendo sem o famoso PAItrocínio, que me possibilitou ter a moto que tenho hoje. Desde que me conheço por gente meu pai já estava envolvido com "motociclos", como se dizia na época da minha infância. Participava do Clube de Motociclistas "A TRIBU" conforme se vê a seguir. Tenho algumas fotos da década de 40, que estarão aqui assim que for possível terminar a fase de escaneamento e retoques que algumas precisam.

A foto a seguir é a única que sei possuir o pessoal do Clube de Motociclistas "A Tribu" reunidos diante do que viria a ser a sua sede, que era situada na rua Coronel Massot, não sei o número, quando começou a história do Clube, em mais ou menos 1954 ou 1955.

Descrevendo os participantes da direita para a esquerda:
- O primeiro a direita é o Sr. Francisco, conhecido como Chico Manivela.
- O segundo é meu pai, Ernesto Andrade da Cruz, com uma BSA Panthan 125 ou 150, ele não se lembra bem.
- O terceiro é o Sr. Jorge, que era Radiologista da Brigada Militar, com uma Ariel 500(?), com um sidecar Orex ( o que está dentro do sidecar ele não se lembra ).
- O quarto de braços cruzados é o Sr. Albino Carvalho Gama, não lembra da moto.
- O quinto era chapeador, não lembra de mais dados.
- O sexto de boné é o Sr. Alido.
- O Sétimo é o Sr. Valmor, com uma NSU provável 250, que mais tarde viria a incendiar no posto de gasolina em frente ao Bolonha.
- O oitavo é o Sr. Helmut, com uma Java, provável 150, que viria a perder o cano de descarga durante uma corrida na Redenção.
- O nono é o irmão do Sr. Alido.
- Falta dados do décimo.
- O décimo primeiro é o Tenente Benone.
- A criançada que aparece na esquerda, inclusive o da moto, são os filhos do Sr. Alido.

Abaixo também o logotipo do Clube de Motociclistas "A Tribu", bem como o brasão que era colocado na jaqueta.

 

A seguir está um diploma bastante danificado, mas que teve que ser escaneado em três partes e depois montado devido ao tamanho imenso do original:

Para ir para a página em que aparecem outras motos do pai, clique aqui.

Para ver a reportagem publicada no Almanaque Gaúcho da Zero Hora em 18 de fevereiro de 2006, clique aqui. em PDF

Para ver o e-mail que motivou a reportagem, clique aqui. (1 MB - arquivo zip)

Para ver a publicação sobre motoclubes do jornal "No Mundo da Moto", do site Irmandade Estradeira, clique aqui.